www.trexpets.com.br   Produtos destinados a Herpetofauna.

                          www.zoopets.com.br
 
Informações e cuidados básicos.
.

HHabitat das Serpentes

Existem serpentes em quase todos os locais do globo terrestre, exceto em algumas ilhas, devido ao isolamento, e em locais de alta latitude (as calotas polares) ou acima de 3000 m de altitude, devido ao frio intenso. A quantidade de espécies é maior nas regiões tropicais, e diminui conforme aumenta a distância à linha do equador, pois a temperatura ambiente ideal para as serpentes é de 30 graus centígrados.

Em regiões muito frias as serpentes são pequenas e de cor escura, para se aquecerem facilmente. Hibernam no inverno e no verão ficam ativas somente no meio do dia.
Em regiões demasiadamente quente, ao contrário, elas são de cores claras, no verão ficam ativas somente à noite, e no inverno podem ser mais ativas de dia, para evitar o frio intenso do deserto durante a noite.

Tendem a viver próximas a rochas, fendas ou fossas, onde podem achar água e obter proteção contra temperaturas extremas.

Podem ser aquáticas ou terrestres. Entre as aquáticas há as que vivem na água do mar (inexistentes no ambiente marinho brasileiro), e as que vivem em água doce. As serpentes marinhas geralmente possuem uma cauda achatada, para auxiliá-las a nadar com eficiência. No ambiente terrestre podem ter hábito terrestre, arborícola, criptozóico ou fossorial, classificadas de acordo com o ambiente em que caçam.

Arborícola

Dipsas pavonina na árvore
© Paulo Bernarde

Terrestre

Boa constrictor no solo
© Paulo Bernarde
A arborícola caça e se abriga na vegetação. Tem o corpo delgado, cauda longa e preênsil, olhos grandes, e capacidade de ficar tesa para se deslocar de um galho à outro em altura. Seu centro de gravidade é posterior. A terrestre caça no chão, e se abriga no chão ou na vegetação. Tem porte e aspecto bem variado.

Criptozóica

Oxyrhopus clathratus
© Otávio Marques

Fossorial

Micrurus corallinus
© Otávio Marques
A criptozóica caça e se abriga sobre o solo mas sob folhagens, pedras, e troncos caídos no chão. A fossorial caça e se abriga abaixo da superfície do chão, dentro da terra ou sob folhas, troncos e pedras. Tem comprimento do corpo, olhos e escamas pequenas, boca inferior, cabeça e narina estreita, esqueleto reforçado, e cauda curta e grossa para auxiliar no seu deslocamento pelo interior das galerias.

Aquática

Helicops angulatus na água © Paulo Bernarde
A aquática caça na água, e se abriga na água ou no chão. Tem escamas ásperas, olhos e narinas na parte dorsal da cabeça, e as narinas têm válvulas de respiração. É vivípara.

 

FoFontes: